Instituto Ajuricaba e a gestão 2018-2020

 

 

 

 

 

 

 

  Por Alexandre Neves Solórzano

  O ano de 2018 começou com uma atmosfera de reestruturação na ala administrativa do agora Instituto Ajuricaba, que teve sua sétima assembleia iniciada no dia 3 de fevereiro às 15 horas em ponto e findada às 18h30. A chapa presidencial eleita pelos presentes na assembleia foi a que trazia Artur Fonseca como presidente e Paulo Alberto integrando a posição de vice. O restante da diretoria irá incluir os nomes Alexandre Nascimento, Erica Priscilla, Erick Farley, Eduardo Gibbs, Vivianne Santos e Alexandre Neves Solórzano, que ajudarão, pelos próximos dois anos, a executar e criar projetos pelo Instituto Ajuricaba em nome da liberdade dentro do estado do Amazonas.

  Os selecionados por voto para ocupar as vagas dentro do Conselho de Ética do IAju foram: Haslley Queiroz, Alex Chang, Júlio Lins, Erick Farley e João Pedro Lauand. Já no Conselho Fiscal têm-se os nomes Gabriel Mendes, Erica Priscilla e o antigo tesoureiro e também fundador Renato Augusto.

  O ano de 2018 promete ser o início de projetos ricos para o ideal do Instituto Ajuricaba, assim como será um ano de testes com relação às mudanças ocasionadas pela aplicação de um novo estatuto que, dentre uma de suas mudanças, aumenta um ano no mandato da gestão eleita, totalizando, então, dois anos de atuação.

  O Instituto Ajuricaba celebra sua nova etapa e torce para que os parceiros do Brasil e do mundo possam plantar e colher frutos positivos de suas ações em prol da liberdade.

 

Renato Augusto e Erica Priscilla
Paulo Alberto e Artur Fonseca
Da esquerda para a direita: Haslley Queiroz, Alex Chang, Júlio Lins, Erick Farley e João Pedro Lauand

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *